Uber em Buenos Aires: vale a pena?

Guia 2020

O Uber chegou a Buenos Aires em 2016, causando grande polêmica como em todas as cidades do mundo onde foi desembarcando. No caso particular da capital argentina, o app enfrenta até hoje uma forte rejeição tanto por parte dos taxistas como das autoridades locais.

O principal ponto de conflito é que, diferentemente de outras empresas como Cabify e Beat, o Uber é considerado ilegal por não cumprir com a regulamentação portenha para o transporte de passageiros. Na prática, o sistema continua ativo e em plena expansão.

Preço: Tanto o Uber como o Cabify funcionam com um sistema de “tarifa dinâmica”, que cobra um adicional quando a demanda é alta. Por esse motivo, o preço pode variar muito em questão de segundos. Quando a demanda é normal, o Uber costuma ser uma das opções mais baratas.

Segurança: A grande desvantagem de usar o Uber em Buenos Aires é a sua irregularidade. Inclusive já ocorreram ataques isolados de taxistas “caça Uber” a alguns veículos. A recomendação é ir no assento da frente e ser discreto em geral, principalmente nos aeroportos.

Pagamento: O Uber aceita cartões de crédito brasileiros e estrangeiros em geral, mas os cartões argentinos estão bloqueados por ordem judicial. Alguns podem até ser aceitos mas a cobrança vem em dólares e não em pesos. Por isso, se o cartão for argentino é mais conveniente pagar em dinheiro.

Os aplicativos que oferecem serviços similares ao Uber em Buenos Aires são três atualmente, e todos contam com autorização do governo:

  • a espanhola Cabify, que só utiliza motoristas profissionais e oferece carros padrão ou executivos;
  • a grega Beat, que acabou de desembarcar na Argentina e já circula em toda a região metropolitana de Buenos Aires em sua versão mais básica;
  • o BA Taxi, aplicativo oficial da prefeitura que utiliza a rede de táxis comuns.

No caso do Uber e do Cabify, se você já usa o aplicativo no Brasil pode usar o mesmo na Argentina, não sendo preciso baixar outro app. Alternativas como 99 e Lyft não operam em Buenos Aires.

Entre as opções clássicas, além dos táxis vale mencionar também o remís, um serviço que existe há décadas no país. Funciona como um transfer ou traslado, ou seja, não possui taxímetro e o preço é combinado de antemão. Só está disponível contratando antecipadamente através das agências de transfer ou remís (as “remiserías”).

O Uber é uma das alternativas mais baratas de transporte particular saindo de Ezeiza, desde que a demanda seja considerada normal no momento de pedir o veículo.

Tomando como exemplo o trajeto do aeroporto de Ezeiza ao centro de Buenos Aires (Obelisco), os valores em pesos argentinos em janeiro de 2020 são:

No caso do Aeroparque Jorge Newbery, como é um aeroporto que fica dentro da própria cidade, não existem grandes diferenças de preço entre um serviço e outro. Como referência, os valores do Uber do Aeroparque até o centro de Buenos Aires vão de $250 a $350 pesos dependendo do destino final.

Confira abaixo as principais características do Uber e de suas alternativas em Buenos Aires: Cabify, Beat e BA Taxi.

App de transporte | $

Mais que um app de transporte, o Uber é um dos modelos de negócios mais emblemáticos da nova economia compartilhada. Criado na Califórnia em 2009, tornou-se uma empresa realmente global, com operações nos cinco continentes.

O Uber funciona em Buenos Aires desde 2016 mas até hoje opera de forma ilegal na cidade. De qualquer modo, atualmente conta com mais de 75 mil motoristas e mais de 2 milhões de usuários cadastrados na Argentina.

Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Mais barato que os táxis e normalmente mais barato que o Cabify.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Frota ampla, o que representa um menor tempo de espera.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Permite fazer reservas.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Os preços podem subir muito em determinado momento por conta da tarifa dinâmica.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Os motoristas costumam pedir que você vá no assento da frente para não chamar a atenção.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  A qualidade dos carros do UberX pode deixar a desejar.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Os cartões argentinos ou estão bloqueados ou cobram a corrida em dólares.

O Uber portenho está atualmente disponível em quatro versões:

  • UberX, para corridas individuais básicas;
  • Uber Comfort, para corridas individuais em veículos diferenciados.
  • Uber Pool, para corridas compartilhadas;
  • Uber Eats, o serviço de entrega de comidas do Uber que funciona dentro do mesmo app.

Basta abrir o mesmo aplicativo que você já usa no Brasil. Se ainda não estiver cadastrado no Uber, baixe o app aqui e receba um desconto na primeira corrida!

  • Cartão de crédito argentino ou internacional
  • Cartão de débito argentino ou internacional
  • Dinheiro
  • Paypal

O Uber circula na cidade de Buenos Aires e em toda a sua região metropolitana. Também está disponível nas cidades argentinas de Mendoza (onde está legalizado) e Mar del Plata.

Em parceria com Uber

App de transporte | $

O Cabify é um aplicativo de transporte criado no ano de 2011 em Madri que opera principalmente na Espanha, em Portugal e na América Latina.

Em Buenos Aires começou a circular em 2016, poucos meses depois da chegada do Uber. Seu grande diferencial foi se apresentar como uma alternativa 100% legalizada.

Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Opera com a devida autorização do governo portenho.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Os sócios devem ser ou se tornar motoristas profissionais.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Frota ampla, o que representa um menor tempo de espera.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Permite fazer reservas.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Os preços podem subir muito em determinado momento por conta da tarifa dinâmica.

O Cabify oferece duas versões em Buenos Aires:

  • Cabify Lite, para corridas individuais básicas;
  • Cabify Executive, para corridas individuais em veículos diferenciados.

Basta abrir o mesmo aplicativo que você já usa no Brasil. Se ainda não estiver cadastrado no Cabify, baixe o app aqui e receba um desconto na primeira corrida!

  • Cartão de crédito argentino ou internacional
  • Cartão de débito argentino ou internacional
  • Dinheiro
  • Paypal

O Cabify funciona nas cidades argentinas de Buenos Aires, Rosario, Mendoza e Córdoba.

Em parceria com Cabify

App de transporte | $

O Beat chegou a Buenos Aires em novembro de 2019 para bater de frente com o Uber e o Cabify. A promessa é ser a opção mais barata das três, o que vem se cumprindo na prática.

O Beat é um app de origem grega, hoje propriedade das montadoras alemãs BMW e Daimler. O foco da empresa é a América Latina, onde já tem uma boa cobertura em países como Peru, Colômbia, Chile e México.

Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Opera com a devida autorização do governo portenho.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Mais barato que os táxis e também mais barato que o Cabify e o Uber.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  A frota ainda é pequena, o que representa um maior tempo de espera.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  A qualidade dos veículos das versões mais básicas pode deixar a desejar.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Como o sistema ainda é novo em Buenos Aires, os motoristas podem pedir que você vá no assento da frente.

Por enquanto, o Beat só funciona em Buenos Aires na versão Classic, mas espera lançar em breve todos os serviços abaixo:

  • Beat Classic, para corridas individuais básicas;
  • Beat Lite, para corridas individuais com tarifas mais baixas;
  • Beat Luxi, para corridas individuais em veículos diferenciados.

Ja que o Beat não está disponível no Brasil, você deverá baixar o app aqui.

  • Cartão de crédito argentino ou internacional
  • Dinheiro

O Beat circula na cidade de Buenos Aires e em toda a sua região metropolitana. Futuramente pretende se expandir a outras capitais argentinas.

App de transporte | $

O BA Taxi foi lançado em 2017 pela prefeitura de Buenos Aires como uma resposta oficial ao Uber. O aplicativo utiliza a rede de táxis comuns e, portanto, as tarifas correm por conta do taxímetro. De qualquer forma, o sistema calcula o valor estimado de cada corrida e também incorpora a maioria dos benefícios dos apps internacionais.

Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 É o aplicativo de transporte oficial em Buenos Aires.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 1 Permite pagar com cartão de débito ou crédito, e não apenas em dinheiro como é o caso dos táxis que circulam pelas ruas.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Como o valor final depende do taxímetro, o app só indica uma faixa de preço estimada.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Os táxis normalmente são mais caros que os outros apps, principalmente no horário de bandeira 2 (das 10 da noite às 6 da manhã).
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Não é possível escolher um destino por nome já que o app só entende endereços.
Uber em Buenos Aires: vale a pena? 4  Via de regra, os táxis só circulam dentro dos limites da cidade de Buenos Aires.

O BA Taxi não estabelece diferentes categorias, mas permite escolher certas características do carro que vai prestar o serviço. Entre elas: espaço para bagagem, idioma inglês ou português, carros pet friendly ou carros dirigidos por mulheres.

Use este link para baixar o app do BA Taxi.

  • Cartão de crédito argentino ou internacional
  • Cartão de débito argentino ou internacional
  • Dinheiro

O BA Taxi só funciona na cidade de Buenos Aires.

Comentários

  • Uber em Buenos Aires: vale a pena? 24
    rodrigo silveira
    20 de setembro de 2019 a 5:29 AM

    Uma excelente opção, além do remis, é o ônibus da Tienda Leon. Entre aeroportos ou entre estes e o centro sai bem mais barato e tem muitos horários disponíveis. E seguro, sem dúvida.

  • Uber em Buenos Aires: vale a pena? 24
    Marcelo Gianello
    12 de agosto de 2019 a 4:43 AM

    O serviço de uber é uma porcaria, vce tem que chamar varias vezes, a maioria é ignorante te xingam se vce quer pagar com cartão. Cancelam varias vezes, não sabem onde pegar no aeroporto, em resumo um caos. Optei pelo remis executivo, excelente serviço.

  • Uber em Buenos Aires: vale a pena? 24
    Rafael Nunes
    16 de julho de 2019 a 6:49 PM

    Retornei de Buenos Aires há dois dias e utilizei o Cabify por lá diversas vezes. Tive alguns problemas no aplicativo durante a noite, mas durante o dia me serviu muito bem. Quando chegamos em Ezeiza o Cabify não funcionou, então, pedimos um Uber, que deu diversas desculpas para não ir, mas depois de muita insistência (e uns 20 minutos), chegou até lá. Ele explicou a questão da irregularidade da Uber (pediu que um de nós sentasse no banco do carona), mas também explicou que, por conta da crise econômica, dá mais preferência a quem paga em dinheiro e o nosso meio de pagamento era em cartão no aplicativo.
    Utilizei táxi uma vez e nunca mais. O carro estava com o GNV (ou GNC) desregulado e ficava estourando por diversas vezes. No final da corrida, o taxista alegou que não tinha troco,saiu do carro, deixou o taxímetro rodando e foi tentar trocar o dinheiro. No final das contas, voltou sem troco, me deu o que tinha e ainda ficou com uns quatro reais (ou quarenta pesos).
    Li o post aqui e usei o Cabify lá. Valeu a dica e fica meu relato pra ajudar aos demais.

    • Uber em Buenos Aires: vale a pena? 27
      rozi
      4 de janeiro de 2020 a 6:52 PM

      Uma corrida do aeroporto (Aeroparque (AEP) ao centro está em torno de quanto?

      • Uber em Buenos Aires: vale a pena? 24
        Carol
        4 de janeiro de 2020 a 8:48 PM

        Oi Rozi, está no texto acima! Calcule de $250 a $350 pesos dependendo do destino final.

chat
Adicionar um comentário

Experiências mais reservadas em Buenos Aires

Continue explorando Buenos Aires